Moveis para Escritório

Moveis para escritorio sorocaba mesa para escritorio sorocaba



Cadeira para escritorio sorocaba movel para escritorio sorocaba



Moveis para escritorio sorocaba mesa para escritorio sorocaba



Cadeira para escritorio sorocaba movel para escritorio sorocaba



Notícias

RSS Feed - Notícias - Mantenha-se Informado


04/08 - Economia teve queda de 11,2% no 2º trimestre, aponta prévia de Indicador de Atividade da FGV
Segundo a fundação, a forte retração registrada em abril foi determinante para o desempenho negativo no trimestre. O Indicador de Atividade Econômica (IAE), da Fundação Getulio Vargas (FGV), aponta retração recorde de 11,2% no 2º trimestre deste ano, em comparação ao 1º trimestre, segundo a primeira prévia, divulgada nesta terça-feira (4). Indicador de atividade econômica da FGV - junho/2020 Economia G1 Embora a atividade econômica tenha crescido em junho 0,7%, sendo o segundo crescimento consecutivo do indicador, a forte retração registrada em abril foi determinante para o desempenho negativo no trimestre, diz a FGV. Na comparação interanual, também foi registrado recorde de retração da atividade no segundo trimestre, com queda de 11,7%. Crise econômica obriga empresários a demitir funcionários e fechar as portas Em junho, o recuo da atividade foi de 9,4%, na mesma base de comparação, resultado melhor do que o observado em maio (queda de 12,7%). Com esses resultados, a taxa acumulada em 12 meses até junho chega a uma baixa de 2,2% e o acumulado no 1º semestre do ano a um tombo de 5,8%. O IAE-FGV é um indicador que tem como objetivo antecipar a tendência da economia brasileira com base na divulgação das principais pesquisas mensais de atividade divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE): Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF), cujos números relativos a junho foram divulgados na manhã desta terça; Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), após a qual sairá a nova prévia; e Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), que dará insumos para o dado final do IAE-FGV de junho e, portanto, do segundo trimestre.
Veja Mais

04/08 - Guias e monitores de turismo protestam em frente à ALBA para cobrar aprovação de PL que prevê auxílio para categoria
Manifestação foi feita no início desta tarde (3), no Centro Administrativo da Bahia. ALBA informou que não há previsão de votação do projeto. Guias de turismo realizam protesto na tarde desta terça e cobram ajuda durante a pandemia Guias e monitores de turismo de Salvador fizeram um protesto em frente à Assembleia Legislativa da do Estado (ALBA), no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador, no início da tarde desta terça-feira (4). A categoria cobra a aprovação de um projeto de lei (PL) que prevê o pagamento de auxílio financeiro para os trabalhadores do setor, durante a pandemia do novo coronavírus. O PL 23.845 está em tramitação desde o mês de março, quando os primeiros casos da Covid-19 surgiram na Bahia. Uma das representantes da categoria, Silvana Góes, pediu que os deputados aprovem com brevidade o benefício financeiro, porque as famílias estão sem renda para o sustento. “Nós estamos na luta desde março. Estamos pedindo a aprovação do PL 23.845 de 2020, que contempla os guias, monitores e condutores de visitantes do estado da Bahia. São mais de 1.500 famílias sem nenhum subsídio, sem nenhum recurso financeiro. Estamos lutando por todos os colegas, para que sejamos contemplados com a aprovação do PL. Nós viemos pedir aos deputados que votem nosso PL para tramitação e aprovação do mesmo com o governador”, disse ela. Outro representante da categoria, identificado apenas como Ariel, disse que muitos guias e monitores estão passando dificuldade porque não conseguiram o benefício do governo federal, por isso eles precisam do auxílio previsto pela PL em tramitação. “Não conseguimos [o auxílio emergencial do governo federal]. A categoria tem passado muita dificuldade, foi uma das categorias mais afetadas, e hoje nos reunimos em busca de um auxílio. Essas famílias têm passado dificuldade. Estamos aqui representando 1.500 famílias que vivem absolutamente do turismo”, disse ele. Por meio de nota, a Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) informou que os deputados estão se reunindo remotamente e as votações estão acontecendo de forma virtual, por isso, não há previsão de votação desse projeto de lei. Veja mais notícias do estado no G1 Bahia. Guias e monitores de turismo protestam em frente à AL-BA para cobrar aprovação de PL que prevê auxílio para categoria Reprodução/TV Bahia
Veja Mais

04/08 - Policial civil é detida por desacato após PM flagrar aglomeração de pessoas com bebidas e narguilé em Cuiabá
Além dela, o dono do estabelecimento e outras pessoas que estavam aglomeradas no local também foram encaminhadas para a delegacia. Lagoa Trevisan, em Cuiabá PM/MT Uma policial civil de Mato Grosso do Sul (MS), que não teve a identidade revelada, foi detida por desacato e desobediência após ser flagrada participando de uma festa na Lagoa Trevisan, em Cuiabá, nessa segunda-feira (3). Além dela, o dono do estabelecimento e outras pessoas que estavam aglomeradas no local também foram encaminhadas para a delegacia. A Polícia Militar acompanhou uma equipe da Secretaria Municipal de Ordem Pública após a denúncia de que no local estava havendo uma festa. Chegando no local, foi constatado que havia aglomeração de pessoas, que estavam bebendo bebidas alcoólicas e usando narguilé. A policial teria desacatado a equipe de fiscalização da secretaria, bem como os policiais militares.
Veja Mais

04/08 - Vereador Márcio Oliveira se cura da Covid-19 e retoma atividades em Porto Velho
Parlamentar chegou a ficar internado e escreveu relato dizendo que sentia dificuldade em respirar. Nesta quarta-feira (4), Márcio postou foto participando de sessão. Depois de anunciar que está curado da Covid-19, o vereador Márcio Oliveira (MBD) retomou suas atividades parlamentares nesta semana, em Porto Velho. O anúncio sobre a recuperação da doença foi feito pelo próprio vereador em sua rede social. Nesta terça-feira (4), Márcio postou uma foto participando de sessão online da Câmara de Vereadores da capital (veja abaixo). Vereador Márcio Oliveira volta atividades parlamentares após cura da Covid-19 Facebook/G1 Já no último fim de semana, também em sua rede social, o vereador tinha postado que havia recebido alta estava curado da Covid-19. "Obrigado, Deus! Obrigado por me dar uma segunda chance e me ajudar na recuperação e por finalmente me livrar da Covid. Finalmente alta, finalmente curado", disse Márcio. Infecção Márcio anunciou no dia 7 de julho que tinha sido infectado pelo coronavírus. Dias depois, o quadro de saúde do vereador piorou e ele precisou ser internado. Em 21 de julho, o parlamentar escreveu que sentia bastante dificuldade para respirar e relatou sobre o medo de estar com a doença. "Por uns três dias seguidos eu acreditei que não conseguiria completar 35 [anos], mas com a bondade do senhor, ainda estou aqui. Continuo internado, mal conseguindo respirar direito, mas lutando pra ficar melhor e sem sequelas dessa doença maldita", escreveu. Márcio ainda postou uma foto enquanto estava internado em um hospital. Vereador Márcio Oliveira enquanto estava internado com Covid-19 Facebook/Reprodução Ainda no mês de julho, o irmão de Márcio, o deputado estadual Jean Oliveira, também foi diagnosticado com a doença. Porém a família afirma que o deputado também já recebeu alta, depois de ter ido se tratar em São Paulo.
Veja Mais

04/08 - Ex-funcionário e a mulher dele são suspeitos de latrocínio de dono de pesque e pague em MT
Mulher foi presa em Pedra Preta quando fazia compras. Marido teve mandado de prisão cumprido em presídio onde já estava preso por trafico de drogas. Professor foi assassinado em Pedra Preta Arquivo pessoal Um casal suspeito de envolvimento no latrocínio do professor Sérgio Ferreira Dias, de 55 anos, em um pesque e pague de propriedade dele, em Pedra Preta, a 238 km de Cuiabá, teve o mandado de prisão cumprida nesta quarta-feira (4). O homem de 32 anos, que era ex-funcionário do sítio da vítima, e a mulher dele, de 37, tiveram as prisões decretadas pela Justiça depois que a polícia identificou a participação deles no crime ocorrido em março de 2019. A mulher foi presa na região central de Pedra Preta quando fazia compras. Já o marido dela teve o mandado de prisão cumprido na Penitenciária da Mata Grande, em Rondonópolis, onde já estava preso por tráfico de drogas. A suspeita foi encaminhada para a delegacia de Pedra Preta, onde confessou que tinha conhecimento do planejamento do crime e que o marido foi um dos executores do latrocínio. Ela revelou que a princípio a intenção do companheiro era roubar a caminhonete, porém durante a execução do roubo a vítima acabou sendo morta a pauladas. Vítima foi morta em pesque e pague Emerson Sanchez/ TVCA Sérgio estava no sítio quando foi surpreendido pelos criminosos e atingido com várias pauladas na cabeça. O corpo foi localizado na manhã seguinte, com lesões na cabeça e mãos amarradas para trás. Os suspeitos levaram a caminhonete da vítima e uma espingarda. Quando tomou conhecimento dos fatos, a equipe de policiais civis de Pedra Preta passou a realizar diversas diligências para esclarecimento do crime. A investigação apontou que um funcionário que trabalhava no sítio da vítima era o mentor do crime. Com base no relatório de investigação, o delegado João Paulo Praisner pediu a prisão preventiva do casal de funcionários e a Justiça decretou.
Veja Mais

04/08 - Coronavírus: Campinas tem ocupação de 76,64% dos leitos de UTI nesta terça-feira
São 96 leitos vagos nas redes pública e privada, vinte a mais do que na segunda (3). Campinas (SP) registrou nesta terça-feira (3) ocupação de 76,64% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para pacientes com novo coronavírus. A taxa considera as vagas nas redes pública e privada de saúde. Dos 411 leitos, há 315 ocupados e 96 disponíveis, vinte a mais do que na segunda-feira (3). O SUS Estadual, que abrange o Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp e o Ambulatório Médico de Especialidades (AME), apresenta a maior taxa de ocupação nesta terça. São 93 leitos, com 79 ocupados, o que equivale a 84,95%. Há 14 leitos livres. Ainda na rede pública, o SUS Municipal, possui 117 dos 150 leitos ocupados, o que corresponde a 78%. Há 33 leitos livres. De acordo com a administração, não houve redução nos leitos municipais e, nesta terça, cinco leitos do Hospital Mário Gatti estão "bloqueados para regulação por conta da necessidade de isolamento de pacientes". Já na rede particular, 119 dos 168 leitos estão ocupados, com percentual de 70,83%. O sistema privado é o que possui maior oferta de leitos vagos, com 49. Casos e mortes Campinas (SP) confirmou nesta terça-feira (4) mais 20 mortes por coronavírus e chegou a um total de 751 óbitos. O número de pessoas infectadas teve aumento de 448 casos, o que fez com que o balanço subisse para 19.443 registros da Covid-19 no município. As mortes e os casos divulgados nesta terça não significam, necessariamente, que as infecções aconteceram de um dia para o outro, mas sim que foram contabilizadas no sistema neste período, após confirmação de exames. Entenda algumas das expressões mais usadas na pandemia do covid-19 Formas erradas e corretas de usar máscara de proteção contra o coronavírus Arte/G1 Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 Campinas
Veja Mais

04/08 - Casal de pit bulls é resgatado após cair dentro de córrego em Jundiaí
Donos foram avisados do resgate e buscaram os animais. Segundo a GMJ, eles disseram que deixaram o portão da casa encostado e os cães fugiram. Casal de pit bulls é resgatado após cair dentro de córrego em Jundiaí Divulgação/Guarda Municipal Um casal de pit bulls foi resgatado pela Guarda Municipal de Jundiaí (SP) após cair dentro de um córrego na Ponte São João, na manhã desta terça-feira (4). De acordo com a corporação, os animais foram vistos por uma equipe que estava fazendo patrulhamento pela Avenida Luiz Zorzetti. Com ajuda de uma corda, os guardas entraram no córrego, amarraram os cães, puxaram para cima e os colocaram dentro da viatura. Em seguida, a equipe entrou em contato com ONGs do município até que foi informada por um pet shop que uma família estava à procura de dois cães da raça pit bull. Os donos, que moram no mesmo bairro, foram avisados do resgate e buscaram os animais. Segundo a GMJ, eles disseram que deixaram o portão da casa apenas encostado e que os cães aproveitaram para fugir. Veja mais notícias da região no G1 Sorocaba e Jundiaí
Veja Mais

04/08 - MP-AC abre inquérito para investigar desvio de recursos no Depasa após prisão de ex-presidente
Defesa de Sebastião Fonseca e da esposa dele, Delba Bucar, disse que vai entrar com habeas corpus nesta terça-feira (4) e prefere não comentar detalhes do processo. Desvio de verbas no Depasa no Acre pode ter chegado a meio milhão de reais, diz polícia Asscom/Polícia Civil Acre Após a deflagração da Operação ‘Toque de Caixa’, nesta segunda-feira (3), O Ministério Público do Acre (MP-AC), instaurou um inquérito civil para aprofundar as investigações sobre o desvio de recursos públicos no Departamento Estadual de Água e Saneamento (Depasa). O MP informou que objetivo que as investigações vão focar em um contrato entre feito entre o Depasa e a empres Bucar Engenharia, que tem como sócia Delba Nunes Bucar, esposa do ex- diretor da autarquia, Sebastião Fonseca. Os dois foram presos temporariamente nesta segunda. Keldheky Maia, advogado que representa os investigados, disse que está trabalhando para apresentar o pedido de habeas corpus nesta terça-feira (4). Na segunda, após a prisão, ele disse que foi feito o pedido de substituição de prisão temporária por prisão domiciliar de Delba, alegando que ela está em tratamento fora do estado, mas ainda continua presa. “Analisando os autos, a gente tem o entendimento de que essa prisão não preenche os requisitos elencados em lei. Isso é uma prisão que possui um objetivo específico, porque o prazo é de cinco dias. A autoridade policial entende que por uma pessoa estar no cargo de diretor financeiro no Depasa havia a possibilidade de causar embaraço nas investigações, mas isso foi feito apenas com presunções, não há nenhuma prova indicativa de que isso realmente poderia acontecer. São esses os argumentos que estamos expondo no HC”, disse o advogado. Sobre as investigações, o advogado disse que a princípio ainda está fazendo o trabalho de tentar reverter a prisão e só depois vai conversar com os clientes para expor os fatos que estão na representação e preferiu não comentar o caso. O advogado informou ainda que só teve acesso aos autos no início da manhã desta terça. As investigações da Polícia Civil apontam que Fonseca é suspeito de beneficiar a empresa de Delba, a Bucar Engenharia, com um contrato que desviou verba pública. De acordo com a polícia, o montante desviado seria de pelo menos meio milhão de reais. O MP informou que no inquérito que foi instaurado os dois são investigados por improbidade administrativa, com a evolução da investigação, e também a participação de agentes públicos ou terceiros. A investigação tem como base uma auditoria realizada pela Controladoria Geral do Estado do Acre (CGE), que revelou uma série de irregularidades, entre as quais, emissão de empenhos posteriores à emissão de notas fiscais, pagamento em desacordo com as cláusulas contratuais e despacho jurídico e inconsistências na autorização de ordens de serviço e fornecimento de material, informou o órgão. Ex-presidente do Depasa e a esposa são presos em operação da Polícia Civil Operação 'Toque de Caixa' A operação Toque de Caixa foi deflagrada nesta segunda-feira (3) pela Polícia Civil, que confirmou que a empresa ligada aos ex-gestores do Departamento Estadual de Água e Saneamento (Depasa), Sebastião Fonseca, ex-diretor presidente e Edson Siqueira, ex-diretor financeiro, era beneficiada com pagamento irregular no desvio de verbas públicas que chegou ao montante de R$ 500 mil. As investigações são da Delegacia de Combate à Corrupção e aos Crimes contra a Ordem Tributária e Financeira (Decor), que atua no caso dos desvios há dois meses. "Então existe uma situação de pagamento irregular feito a uma determinada empresa que tem vínculo com os ex-gestores e a ideia é justamente, através desses bloqueios de bens e indisponibilidade, fazer com que o Estado possa recuperar esses valores que foram subtraídos por meio do pagamento irregular que superam os R$ 500 mil", disse o delegado responsável pelas investigações Alcino Junior. Durante a operação foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e um de prisão temporária de cinco dias. Foram apreendidos materiais, mídia, documentos, tanto na casa dos alvos como também na sede do Depasa. Além disso, foi feita a recuperação de arquivos, bloqueio de contas bancárias, indisponibilidade de bens dos suspeitos investigados na operação. A polícia não informou qual o valor foi bloqueado.
Veja Mais

04/08 - Adolescente que estava desaparecida é encontrada em Uberlândia
Sofia Silva Gonzaga foi localizada nesta segunda-feira (3), no Bairro Jardim Canaã. Ela ficou quase quatro dias fora de casa. Sofia Silva Gonzaga, de 16 anos, havia desaparecido em Uberlândia Reprodução/ TV Integração A adolescente de 16 anos, Sofia Silva Gonzaga, que estava desaparecida desde a última sexta-feira (31), foi encontrada nesta segunda-feira (3), em Uberlândia. De acordo com o pai da adolescente, ela foi localizada no Bairro Jardim Canaã e já está em casa. Ele também disse que a filha está bem. Sofia tinha sido vista pela última vez no condomínio onde mora, no Bairro Copacabana. Após o sumiço, os parentes da garota fizeram buscas pela região e também registraram a ocorrência com a Polícia Militar (PM). Outros detalhes como as circunstâncias em que a garota foi encontrada não foram repassadas pela família.
Veja Mais

04/08 - Judiciário começa a retomar atividades presenciais na capital e no interior de Alagoas
Servidores vão trabalhar seguindo 70% no formato teletrabalho e 30% de forma presencial. Atendimentos ao público seguem suspensos. Tribunal de Justiça retorna com as atividades presenciais para o público O Judiciário de Alagoas começou a retomar gradativamente as atividades presenciais a partir desta terça-feira (4), na capital e no interior do Estado. Ainda são 70% dos servidores no formato teletrabalho, mas 30% já voltaram a trabalhar presencialmente, seguindo medidas de prevenção ao novo coronavírus. De acordo com a assessoria do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL), as medidas são para unidades judiciais em todo o estado.O órgão começou hoje à chamada fase laranja, em que o atendimento presencial ao público ainda segue suspenso. Ficou apenas permitido o uso das salas de audiência para coleta de provas orais em alguns processos. O uso de máscaras de proteção individual continua sendo obrigatório, como também as medidas do distanciamento social controlado. Estão sendo priorizados processos criminais de réus presos, e em um segundo momento serão realizadas as audiências de família de forma virtual ou, caso não seja possível, de forma presencial. “Esses processos, as audiências, vão se realizar de preferência virtualmente, mas se não puder se realizar virtualmente, vão se realizar na sala passiva: um local em cada fórum, onde o depoente vai se dirigir, as testemunhas, enfim; e vão ser ouvidas na presença de um servidor do judiciário. O juiz e o promotor não precisam estar presentes, participam das audiências virtualmente. A ideia é essa. E gradativamente a gente vai aumentando, alargando o nível de realização das audiências. Em todos os fóruns, inclusive no próprio tribunal. A ideia é termos segurança, tranquilidade para prestar o melhor serviço para a sociedade”, disse o presidente do TJ-AL, Tutmés Airan. O presidente ainda informou que todas as precauções e recomendações das autoridades sanitárias estão sendo seguidas pelo órgão. Além disso, ele adiantou que o atendimento presencial ao público, quando for retomado, será pré-agendado. “Nós temos que ter muita responsabilidade. A pandemia não acabou, o vírus continua matando as pessoas, de modo que eu acho que o novo normal só vai acontecer com a vacina ou com remédio. Enquanto isso, nós temos que ter responsabilidade com as pessoas, com as pessoas que trabalham conosco, com as pessoas que são atendidas por nós. Daí elaborarmos um retorno bastante, digamos, seguro, bastante gradual. No primeiro momento: atendimentos pré-agendados à população, e vamos fazer audiências mais urgentes, inclui-se os processos de improbidade administrativa”, concluiu. Veja mais notícias da região no G1 Alagoas
Veja Mais

04/08 - VÍDEOS: Jornal do Acre 1ª edição - AC de terça-feira, 4 de agosto
Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Acre. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Acre.
Veja Mais

04/08 - Foz do Iguaçu e a excelência do trabalho no combate ao Coronavírus
Ações iniciaram em janeiro e ganharam força diante da pandemia. Nenhum morador ficou sem atendimento. Investimentos possibilitaram a ampliação de leitos no Hospital Municipal e a descentralização dos serviços O primeiro caso de coronavírus foi registrado em Foz do Iguaçu no dia 18 de março. No entanto, desde janeiro a Prefeitura Municipal já desenvolvia um trabalho para informar, combater e evitar a disseminação da Covid-19. O Plantão Coronavírus, criado pela Vigilância Epidemiológica e hoje coordenado pela Unila (Universidade Federal da Integração Latino Americana) é a base de todo trabalho de enfrentamento a doença. Através do contato telefônico, os moradores recebem informações e são encaminhados, quando necessário, à coleta de exame. Saiba como Foz se preparou para enfrentar a Covid-19 Quando a pandemia de fato chegou, a cidade também contava com um Comitê de Enfrentamento estabelecido, além da Central de Triagem e leitos exclusivos para pacientes diagnosticados com a Covid-19. Os trabalhos ganharam força com a habilitação do laboratório municipal, a ampliação no número de testes, a telemedicina, a aquisição de novos equipamentos, a implantação das barreiras sanitárias e a ampliação da rede de atendimento. Todo o trabalho preventivo contou com a atuação da equipe da Vigilância Epidemiológica, que iniciou o levantamento de dados de dados e informações para antecipar os riscos na saúde do município. Já em fevereiro, foi implantada a Central de Triagem no complexo do Hospital Municipal Padre Germano Lauck, para atendimento dos casos suspeitos. A Telemedicina e o Plantão Coronavírus foram ações inéditas implantadas em Foz do Iguaçu AMN A Prefeitura reformou rapidamente o antigo bloco para manter a estrutura a disposição da população, caso a pandemia chegasse antes do Hospital Municipal estar completamente adaptado. Essa estruturação antecipada possibilitou ao município estar preparado para enfrentar a Covid-19 e evitar que a disseminação do vírus fosse intensa na cidade. Com os cuidados preventivos em funcionamento, o primeiro caso foi confirmado no município em 18 de março, mas o primeiro registro de transmissão comunitária só foi acontecer no dia 22 de abril, ou seja, mais de um mês depois. Para evitar a circulação de pacientes com a suspeita da doença na cidade, inicialmente os atendimentos foram centralizados no Hospital Municipal, evitando a circulação em unidades de saúde. Com toda a estruturação criada, Foz do Iguaçu não teve nenhum paciente sem atendimento. Todos que precisaram de leitos de UTI ou enfermaria foram atendidos e nenhum paciente precisou ser transferido para outra cidade. O município também foi uma dos primeiros do país a vacinar os idosos contra a gripe em casa. Foram mais de 29 mil pessoas com mais de 60 anos imunizadas em casa ou no sistema drive thru. As equipes de saúde foram treinadas para atender aos pacientes com coronavírus Divulgação Legado do Hospital Municipal para Foz do Iguaçu Com a pandemia o Hospital Municipal ampliou seu número de leitos em 37%, passando de 211 leitos efetivos no início do ano para 289. Isso representa um incremento importante na oferta de leitos para a região. De acordo com o Diretor Técnico do Hospital Municipal, o médico Fábio Marques, Foz do Iguaçu tem mais leitos de UTI por 100 mil habitantes do que a Alemanha. “A parceria e o entrosamento com a Prefeitura foram fundamentais nesse processo, além do apoio do Governo do Estado e do Ministério da Saúde. Também recebemos muito apoio de voluntários da cidade, de empresários, da Unila, Unioeste, Itaipu, do Hospital Costa Cavalcanti, da Receita Federal, do Judiciário de Foz e de outras entidades. Foi uma união de muitos atores.” Hospital Municipal conta com 103 leitos exclusivos para pacientes com a Covid-19 Divulgação Além disso, a Prefeitura criou a primeira Unidade de Terapia em Doenças Infecciosas do Oeste do Paraná (UTDI) com 12 leitos, inaugurada no dia 18 de maio, no Hospital Municipal. Em 27 de julho, o município inaugurou uma nova ala com 21 leitos. A UCE (Unidade de Cuidados Especiais), hoje destinada à pacientes graves com a Covid-19, no futuro poderá ser utilizada para cirurgias eletivas. “Após a pandemia pretendemos utilizar a recém inaugurada Unidade de Cuidados Especiais, com 21 leitos, para viabilizar a realização de cirurgias e procedimentos eletivos com intuito de zerar a fila. Essa é uma grande necessidade da região”, afirma o diretor técnico do hospital. Somados os leitos para Covid-19, somente o Hospital Municipal dispõe de 103 vagas, distribuídas entre enfermaria e UTI. Outro legado foi a ampliação do laboratório do hospital, possível graças à cooperação técnica com a Unila. A estrutura foi credenciada junto ao LACEN para realização de testes RT-PCR. Isso vai permitir maior agilidade nos diagnósticos de síndromes respiratórias agudas graves, além da Covid. Outras ações inéditas foram realizadas pelo município, como: Flexibilização do exame de RT-PCR em todos os casos com sintomas gripais, sendo um dos primeiros municípios do estado a implantar essa flexibilização, enquanto que de modo geral só faziam os testes em quem apresentava febre acompanhada de outro sintoma; Adaptação da Unidade Padre Ítalo, no Porto Meira, que atende 24 horas a região Sul da cidade com triagem e coleta de exames; Ampliação dos testes diários de 200 para 400. O Laboratório Municipal de Foz do Iguaçu passou a contar com um termociclador de PCR em tempo real, o que permite a realização de testes do tipo RT-PCR com maior agilidade na identificação dos casos confirmados de coronavírus na cidade. Trabalho esse que foi possível graças à parceria com a Unila, que transferiu os equipamentos do Laboratório de Pesquisa em Ciências Médicas para o Hospital Municipal.
Veja Mais

04/08 - Representantes do comércio enviam ofício à Prefeitura de Nova Friburgo pedindo abertura de lojas de rua aos sábados
Entidades questionam a autorização que foi concedida para os comerciantes que trabalham em shoppings e que podem abrir aos sábados durante o período de vigência bandeira vermelha. Representantes do comércio de Nova Friburgo pedem mudanças nas regras da bandeira vermelha A Câmara de Dirigentes Lojistas e a Associação Comercial Industrial e Agrícola de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, enviaram um ofício à Prefeitura pedindo que o comércio de rua possa funcionar aos sábados durante o período de vigência da bandeira vermelha do plano de flexibilização. As entidades questionam a autorização que foi concedida para os comerciantes que trabalham em shoppings e que podem abrir aos sábados durante o período, segundo o último decreto publicado pelo município. “Entendemos que o decreto precisa ser igualitário. Lojas de rua e shoppings são comércio, sem diferença. Na cor vermelha, que vigora nesta semana, as lojas [de rua] podem abrir somente de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h. Enquanto os shoppings estão liberados para funcionar também nos sábados, das 10h às 22h", disse o presidente da CDL, Braulio Rezende. O ofício enviado por Braulio e pelo presidente da Acianf, Júlio Cordeiro, destaca que o próximo sábado (8) é véspera do Dia dos Pais e que a data tem importância fundamental para o setor, já que o comércio da cidade ficou fechado por quase quatro meses e perdeu o movimento do Dia das Mães e Dia dos Namorados. "Os empresários não vão conseguir mais manter seus negócios se não puderem trabalhar. Passamos de todos os nossos limites. Não temos como renunciar a datas especiais que tragam perspectiva de aumento de vendas e alguma esperança pelo início da recuperação do setor", reforçou Braulio. Questionada sobre o ofício, a Prefeitura informou que o documento será avaliado pelo Poder Executivo e assim que o município tiver um posicionamento a respeito será divulgado. Veja outras notícias da região no G1 Região Serrana.
Veja Mais

04/08 - Reabertura do comércio: veja o que poderá voltar a funcionar em Belo Horizonte e em quais dias e horários
Capital avançou para a primeira fase da flexibilização do isolamento. Lojas foram fechadas em Belo Horizonte em março e, depois de flexibilização, de novo em 29 de junho. Cristina Moreno de Castro / G1 Minas Depois de quase 40 dias fechada para todo o comércio não essencial, Belo Horizonte vai voltar a abrir, a partir desta quinta-feira (6), as portas de shoppings centers, salões de beleza, galerias de loja e do comércio varejista e atacadista que não estavam funcionando por causa da pandemia do novo coronavírus. O prefeito Alexandre Kalil (PSD) anunciou nesta terça-feira (4) que a capital mineira poderá avançar para a fase 1 da flexibilização do isolamento. Veja, a seguir, o que poderá reabrir e em quais dias e horários: Primeira semana da Fase 1 (de 6 a 8 de agosto) Todo o comércio varejista não contemplado na fase de controle: Estabelecimentos de rua, centros de comércio e galerias de lojas: quinta a sábado, entre 11h e 19h. Comércio atacadista da cadeia do comércio varejista da Fase 1 (incluindo vestuário): quinta a sábado, entre 11h e 19h. Cabeleireiros, manicures e pedicures: quinta a sábado, entre 11h e 20h. Shopping centers, centros de comércio e galerias de lojas: quinta a sábado, entre 12h e 20h. Praças de alimentação funcionarão somente por delivery ou retirada, sem consumo no local. Atividades no formato drive-in: sexta a domingo, de 14h às 23h. Segunda semana em diante da Fase 1 (a partir de 12 de agosto) Todo o comércio varejista não contemplado na fase de controle: Estabelecimentos de rua, centros de comércio e galerias de lojas: quarta a sexta, entre 11h e 19h. Comércio atacadista da cadeia do comércio varejista da Fase 1 (incluindo vestuário): quarta a sexta, entre 11h e 19h. Cabeleireiros, manicures e pedicures: quinta a sábado, entre 11h e 20h. Shopping centers, centros de comércio e galerias de lojas: quarta a sexta, entre 12h e 20h. Praças de alimentação funcionarão somente por delivery ou retirada, sem consumo no local. Atividades no formato drive-in: sexta a domingo, das 14h às 23h. Como o índice de ocupação de leitos de UTI ainda está na zona de alerta, o município decidiu, nesse primeiro momento, limitar os dias para abertura, para trabalhar com menor fluxo de pessoas nas ruas. O secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, André Reis, explica que a Prefeitura visualizou a possibilidade de reabertura, mas por cautela e para a segurança da população, diminuiu o período para funcionamento do comércio. “Serão inicialmente três dias de comércio aberto e quatro dias fechado, e não o contrário. Sentiremos os impactos dessa nova retomada gradual e, nas próximas semanas, se os indicadores assim permitirem, poderemos ir ampliando gradativamente”, disse o secretário. Uma outra mudança teve que ser feita para esta primeira semana, de acordo com o secretário de Planejamento. “Como a retomada será a partir de quinta-feira, o comércio varejista contemplado na Fase 1 poderá funcionar também no sábado. Passada essa semana, funcionarão quarta, quinta e sexta-feira, conforme previsto”, explica André. Decreto sai nesta quarta O decreto autorizando a retomada das atividades contempladas na Fase 1 será publicado no Diário Oficial do Município (DOM) desta quarta-feira (5). A portaria que dispõe sobre protocolos gerais e específicos de vigilância sanitária para as atividades autorizadas a funcionar, será revogada e uma nova com todas as atualizações será publicada no DOM. Esse decreto também conterá uma adequação no horário de funcionamento do comércio varejista de artigos de óptica e de artigos médicos e ortopédicos (fase de controle), que antes tinham horário livre. A partir desta quinta-feira esses segmentos deverão funcionar entre 11h e 19h, mas sem restrição nos dias de abertura. Essa adequação foi feita para reduzir a demanda do transporte coletivo no horário de pico. Todo o histórico de reabertura, os protocolos e regras vigentes podem ser acompanhados na página criada pela Prefeitura. Nela, os empresários e empreendedores podem consultar se seu estabelecimento está autorizado a funcionar na data da consulta e todas as orientações necessárias. Impactos da reabertura Segundo a PBH, a fase 1 representará 69 mil postos de trabalho do mercado privado (7,7% do total), com a autorização de funcionamento de mais de 20 mil empresas (11,1% do total) e mais de 51 mil Microempreendedores Individuais – MEIs (24,7%). Ao somá-la com as atividades da fase de controle (atual etapa), serão 94,5% de participação no mercado de trabalho, com a permissão de reabertura de 93,4% das empresas e de 88,4% das MEIs. A prefeitura também disse que a BHTrans já alinhou com as empresas de ônibus sobre os impactos dessa 1ª etapa de flexibilização e estruturou as adequações necessárias para minimizar o fluxo. "Caso seja avaliada a necessidade, haverá alterações nos horários de funcionamento das atividades econômicas retomadas", disse a PBH.
Veja Mais

04/08 - Explosão em Beirute: o que se sabe e o que falta saber
Governo fala em 'alto número de feridos' em incidente ocorrido nesta terça-feira (4) perto de terminal em zona portuária da capital do Líbano; agência Reuters cita ao menos dez mortos. Não há ainda informação sobre a causa do impacto. Veja o momento exato do que seria a explosão próximo ao porto de Beirute Uma explosão aconteceu na região portuária de Beirute, capital do Líbano, nesta terça-feira (4). Imagens mostraram uma grande coluna de fumaça avermelhada sobre a área. Veja, abaixo, o que se sabe e o que ainda falta esclarecer: Qual é o número de mortos e feridos? O que causou a explosão? Onde aconteceu a explosão? Por que o Líbano vive período de instabilidade política? Explosão no Líbano Arte-G1 1. Qual é o número de mortos ou feridos? Há ao menos dez mortos, segundo a agência de notícias Reuters, que ouviu fontes médicas e de segurança do país. Hamad Hasan, o ministro da Saúde, afirmou a uma rede de TV que há um "alto número de feridos" e que os danos são grandes. A Cruz Vermelha afirmou que mais de 2,2 mil feridos. Parte foi levada a hospitais, mas, até a última atualização desta reportagem, havia muita gente presa em escombros dentro de suas casas. Barcos também pessoas jogadas ao mar. Um fotógrafo da agência Associated Press perto do porto de Beirute viu pessoas feridas no chão e uma destruição generalizada no local. A rede libanesa de transmissão LBCI informou que no hospital Hotel Dieu havia mais de 500 pessoas sendo atendidas. Foi feito um pedido de doações de sangue. 2. O que causou a explosão? Ainda não há números precisos sobre a quantidade de feridos ou sobre qual seria a causa da explosão. Apesar de o país já ter sido alvo de terroristas e viver período de instabilidade política, não há evidência de que o evento desta terça seja um atentado terrorista. Em entrevista a uma emissora de TV, o chefe de segurança interna do Líbano, Abbas Ibrahim, não quis especular sobre a causa da explosão. 3. Onde ocorreu a explosão? O chefe de segurança interna do Líbano, Abbas Ibrahim, disse que a explosão, na região portuária do Líbano, aconteceu numa seção que armazena materiais que podem ser altamente explosivos, e não explosivos em si. A explosão no porto causou destruição em larga escala e quebrou o vidro de janelas a quilômetros de distância. Alguns barcos que navegavam próximos à costa do Líbano chegaram a ser balançados pela força da explosão. Mapa identifica a região portuária de Beirute, onde aconteceu uma grande explosão nesta terça-feira (4) G1 4. Por que o Líbano vive instabilidade política? O Líbano vive um período de instabilidade política. No fim do ano passado, o primeiro-ministro Saad Al-Hariri renunciou. O país viveu um período com um vácuo de poder, até que Hassan Diab assumiu e anunciou a formação de um novo governo em janeiro. O gabinete foi anunciado em meio a uma série de protestos que derrubaram. Nesta sexta-feira (7), um tribunal apoiado pela ONU deve divulgar seu veredito no julgamento contra quatro homens acusados de terem participado do assassinato do ex-primeiro-ministro libanês Rafic Hariri em 2005, uma etapa fundamental em um longo processo no qual os suspeitos continuam em liberdade. Os réus, todos membros do movimento xiita do Hezbollah, estão sendo julgados à revelia pelo Tribunal Especial do Líbano (TSL), com sede em Haia, encarregado de ditar a sentença 15 anos após o atentado com um carro-bomba no centro de Beirute. Nele, morreram o bilionário sunita e outras 21 pessoas. O assassinato de Hariri, pelo qual quatro generais libaneses foram inicialmente acusados, desencadeou uma onda de protestos que forçou a retirada das tropas sírias do país, após uma presença de 30 anos no país. Em março deste ano, o país deu um calote em seus credores. O Líbano deveria reembolsar US$ 1,2 bilhão em títulos do Tesouro, dos quais uma parte significativa está nas mãos dos bancos e do Banco Central, e decidiu não fazer isso. Initial plugin text
Veja Mais

04/08 - País 'perdeu' 27% de crescimento desde 2014, estima MB Associados
Cálculos comparam expansão real com hipótese baseada na média verificada entre 1997 a 2013. PIB do país poderia seria R$ 1,8 trilhão maior. Produto Interno Bruto (PIB) R$ 1,8 trilhão maior agora Marília Marques/G1 Se, nos últimos sete anos, a economia brasileira tivesse continuado a crescer no ritmo anterior a 2014, o país teria um Produto Interno Bruto (PIB) R$ 1,8 trilhão maior agora, ou 27% acima do nível atual. Os cálculos são da MB Associados, que comparou a expansão real do PIB acumulada de 2014 a 2020 com a trajetória que teria sido observada se o país tivesse crescido na mesma velocidade média anual registrada entre 1997 a 2013. Em sete anos, PIB per capita cai e brasileiro fica 11% mais pobre Mercado melhora novamente estimativa para o PIB em 2020 e projeta tombo de 5,66% O exercício hipotético mostra o que se perdeu em termos de crescimento econômico nos últimos anos, mas também o desafio da recuperação à frente, especialmente em setores importantes como investimentos e construção civil, diz Sérgio Vale, economista-chefe da MB. "Desde 2013, o Brasil tem sofrido solavancos de diversas formas que levaram a uma queda importante e histórica do PIB e do PIB per capita no período." A análise por componentes do PIB evidencia que mesmo o agronegócio, que tem dinâmica mais favorável que outros segmentos, poderia ter mostrado desempenho melhor no período sem os “desajustes” na economia, aponta Vale. Em suas estimativas, o PIB efetivo da agropecuária estaria 8% aquém do potencial, ou R$ 24,2 bilhões abaixo. E este é o resultado mais favorável entre os setores. Na ponta mais negativa, a indústria teria "perdido" 31% de crescimento desde 2014, ou R$ 411,8 bilhões de PIB. Dentro do PIB industrial, a construção "perdeu" 49%, o equivalente a R$ 181,5 bilhões a menos. Por fim, nos serviços, o crescimento registrado desde 2014 ficou 26% inferior ao ritmo verificado de 1997 a 2013. Se o setor tivesse continuado crescendo no ritmo anterior, seu PIB real estaria R$ 1 trilhão mais alto. Do lado da demanda, chama atenção o comportamento do investimento, que avançou 52% abaixo de seu PIB potencial de 2014 para cá, destaca o economista. "Se tivesse mantido o ritmo, a taxa de investimento estaria em 22% do PIB hoje, e não nos 14% em que se encontra", estimou. No consumo das famílias, a diferença é de 25%, e nas exportações, de 32,3%. Já as importações teriam crescido 52% a mais se tivessem seguido no padrão de 1997 a 2013. Todos os cálculos consideram como base o PIB de 2013 e aplicam o crescimento real desde então até o ano atual. "Não se deve considerar o período entre 1997 e 2013 especialmente forte em crescimento na média, o que coloca o resultado em situação ainda pior", destaca Vale. “No final, todos os setores têm sido impactados negativamente pelas crises recorrentes desde 2014”, resume o economista-chefe da MB. Analisando a série histórica do PIB brasileiro, é possível identificar três momentos diferentes, observa ele: o que vai até 1980, com forte crescimento; o da década de 80 até 2013, marcado por desaceleração significativa, e o iniciado em 2014. “O período atual é uma incógnita. Ele pode ser a continuidade de anos medíocres vistos nas décadas anteriores, ou um novo período de piora econômica mais profunda”, alerta Vale. “Mudar isso certamente depende da continuidade das reformas que têm sido feitas, mas também de uma estabilidade política que nos falta há alguns anos”, avaliou. Paulo Guedes entrega primeira parte da reforma tributária ao Congresso
Veja Mais

04/08 - Complexo esportivo reabre em Teresina com mímicos para orientar distanciamento; vídeo
Forma inusitada busca chamar a atenção para o distanciamento social durante a prática de exercícios físicos no Complexo Parentão, localizado na Zona Sul da capital piauiense. Complexo esportivo reabre com mímicos para orientar distanciamento social em Teresina O Complexo Esportivo Parentão, na Zona Sul de Teresina, reabriu nessa segunda-feira (3), após ter sido fechado devido a pandemia da Covid-19. Isso porque houve a liberação das prática de atividades físicas ao ar livre na capital, desde que o distanciamento social seja mantido. E para lembrar a população sobre a medida se segurança, de forma inusitada, o espaço colocou mímicos. De acordo com a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, os mímicos serão agentes sociais do distanciamento, orientando a população de forma segura e descontraída, através de mímicas, sobre a importância da distância como forma de prevenir o contágio do novo coronavírus. Veja serviços afetados pelo coronavírus no Piauí O que fazer e para onde ir em caso de aparecimento dos sintomas Acompanhe a evolução da curva epidêmica no estado O secretário municipal de esportes e lazer, Miguel Rosal, afirmou que o objetivo é estimular os praticantes de atividade física de uma forma mais leve a manter a saúde, diminuindo as chances de contaminação pela Covid-19. Complexo esportivo coloca mímicos para orientar sobre distanciamento em Teresina Divulgação/Semel Além disso, o complexo disponibilizou acompanhamento de profissionais para as pessoas que ficaram sedentárias durante o período de quarentena, nesse retorno à prática de atividades físicas. "Temos orientadores de educação física e da área de saúde para orientação e prevenção, caso ocorra alguma coisa pelo cansaço, por conta dos quatro meses parados. Estaremos preparados para socorrer quem venha a passar mal", informou Miguel Rosal. Abertura parcial Complexo esportivo Parentão volta a funcionar, mas apenas para corridas e caminhadas O complexo reabriu para que a população possa realizar caminhadas e exercícios físicos individuais. A prática coletiva está proibida. Os aparelhos de musculação, pista de skate, quadras poliesportivas e o campo de futebol estão vetados. Na entrada do complexo, a temperatura é medida e é disponibilizado o álcool em gel e o uso da máscara é obrigatório. Decretos determinam distanciamento social Para evitar a contaminação pelo vírus, o isolamento social e medidas emergenciais foram determinadas por meio de decretos do governo do estado e das prefeituras, como na capital piauiense, para que a população fique em casa e evite ao máximo ir às ruas. Aulas em escolas e universidades, a maioria das atividades comerciais, esportivas e de serviços em geral estão suspensas por tempo indeterminado. Serviços essenciais como farmácias, postos de combustíveis e supermercados continuam mantidos mas estão regulamentados. O atendimento em clínicas, hospitais e laboratórios, assim como o funcionamento de escritórios de advocacia e contábeis também foram liberados mediante cumprimento de regras. O uso de máscaras em locais públicos tornou-se obrigatório em todo o estado. Policiais fazem abordagens nas fronteiras do estado a ônibus e veículos particulares. Os decretos preveem que quem descumprir as regras pode ser penalizado com multa ou até prisão. Prevenção, contágio e sintomas Lavar as mãos de forma correta (veja vídeo), uso de álcool em gel, sempre usar máscaras, evitar contato pessoal e aglomerações de pessoas são algumas das orientações para evitar o contágio da doença. Entenda algumas das expressões mais usadas na pandemia da Covid-19 É importante também ficar atento quanto aos principais sintomas (tosse seca, congestão nasal, dores no corpo, diarreia, inflamação na garganta e, nos casos mais graves, febre acima de 37° C e dificuldade para respirar). Um guia ilustrado preparado pelo G1 ajuda a tirar dúvidas. Initial plugin text
Veja Mais

04/08 - A pedido do governo, Câmara deixa MP do saque do FGTS caducar
Medida provisória autoriza o saque de R$ 1.045 do FGTS durante a pandemia. Decisão do governo se deve a impacto financeiro de mudanças no texto original da MP. A pedido do governo federal, a Câmara dos Deputados decidiu nesta terça-feira (4) deixar que a medida provisória que autoriza o saque de R$ 1.045 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) durante a pandemia perca a validade. Para garantir que todos os trabalhadores consigam fazer os saques das suas contas, ficou decidido que o Congresso irá votar um projeto de decreto legislativo assegurando isso. O motivo alegado pelo governo para deixar a MP caducar foi o impacto econômico das mudanças aprovadas pelo Congresso em relação ao texto original, que poderia chegar a R$ 120 bilhões. Segundo o Executivo, a ampliação das possibilidades de saque iria desidratar o fundo, que financia programas de moradia popular no país. O líder do governo na Câmara, Vitor Hugo (PSL-GO), então, apresentou um requerimento de retirada de pauta da MP, que acabou aprovado por 294 votos a favor e 148 contrários. Houve uma abstenção.
Veja Mais

04/08 - Suspeito de atirar em mulher durante assalto a ônibus é preso em Salvador
Prisão aconteceu nesta terça-feira (14), nos Barris, mesmo bairro onde crime ocorreu. Homem assalta ônibus e após descer de veículo dispara contra coletivo; mulher é baleada Reprodução/TV Bahia Um homem foi preso, nesta terça-feira (14), suspeito de ser autor do disparo que atingiu uma passageira durante um assalto a ônibus nos Barris, em Salvador. Segundo a Polícia Civil, ele teve o mandado de prisão preventiva cumprido no mesmo bairro. O crime aconteceu no dia 15 de julho, quando dois homens entraram armados no veículo, linha Lapa x Barra, e roubaram os passageiros. De acordo com a polícia, o suspeito foi reconhecido por vítimas do assalto e, também, através de imagens de câmeras de segurança do ônibus e da Estação da Lapa. O suspeito, de identidade não revelada, vai passar por exames periciais e será encaminhado para o sistema prisional. O caso é investigado pelo Grupo Especial de Repressão a Roubos em Coletivos (Gerrc), da Polícia Civil. Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.
Veja Mais

04/08 - Edital para selecionar propostas no Programa de Incentivo à Cultura em Uberlândia é publicado
Montante para investir nos projetos é de R$ 5,6 milhões; veja como se inscrever. Podem participar diferentes segmentos como música, dança e literatura. Programa incentiva diferentes segmentos da cultura, como teatro, dança, literatura e música Prefeitura de Uberlândia/Divulgação Foi publicado em Uberlândia, o edital para de seleção de propostas para o Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Pmic) 2021. O objetivo do projeto é apoiar produções na cidade. Segundo informou a Prefeitura, a Secretaria Municipal de Cultura visa promover a captação e canalização de recursos para o setor, de modo a estimular a realização de projetos artístico-culturais, mediante a concessão de apoio financeiro. Atualmente, devido à pandemia da Covid-19, o setor tem enfrentando dificuldades, já que apresentações estão suspensas. Para dar apoio, o Município está realizando o cadastro de agentes culturais e profissionais para analisar os principais aspectos da cadeia produtiva do setor. E também selecionou propostas para receberem incentivo financeiro ainda neste ano. Para a edição do projeto em 2021, a secretaria conta com o montante de R$ 5,6 milhões para serem investidos nos projetos, sendo R$ 3,1 milhões oriundos do Fundo Municipal de Cultura e R$ 2,5 milhões do Incentivo Fiscal. Candidatos Podem concorrer projetos nas seguintes áreas artístico-culturais: Artes visuais e histórias em quadrinhos; Artesanato e design; Audiovisual, fotografia, comunicação, cultura digital, jogos analógicos e virtuais; Biblioteca, arquivo, galeria, museu e centro cultural; Circo; Cultura afro-brasileira, etnia indígena e outras etnias; Culturas tradicionais, folia de reis e quadrilha; Dança; Literatura, leitura e contação de histórias; Música; Patrimônio cultural, histórico e artístico; Teatro e ópera. As inscrições podem ser feitas entre 24 de agosto a 4 de setembro, exclusivamente via Correios. As propostas serão destinadas ao Centro Municipal de Cultura/ Núcleo de Gestão do Pmic, na Praça Professor Jacy de Assis, s/n, Centro, CEP: 38400-121. Mais informações pelo e-mail pmic@uberlandia.mg.gov.br.
Veja Mais

04/08 - Encontrado corpo de adolescente que desapareceu domingo no Rio Amazonas, em Óbidos
Cristiano da Silva Santana estava na companhia de mais duas pessoas em uma pequena embarcação que naufragou no domingo (2). Cristiano da Silva Santana estava em uma 'rabeta' minutos antes de desaparecer no Rio Amazonas, em Óbidos Reprodução/Redes Sociais Foi encontrado no início da tarde desta terça-feira (4), o corpo do adolescente Cristiano da Silva Santana, de 13 anos, que estava desaparecido desde o último domingo (2), quando a pequena embarcação motorizada (rabeta) onde ele e mais duas pessoas estavam naufragou no local conhecido como estreito de Óbidos, no Rio Amazonas, oeste do Pará. O corpo foi encontrado por moradores da comunidade Poranga, no município de Óbidos. Foram eles que acionaram a Defesa Civil de Óbidos que seguiu para o local em companhia das equipes que estavam trabalhando nas buscas. Uma lancha da Capitania Fluvial de Santarém que estava dando apoio nas buscas resgatou o corpo de Cristiano e o conduziu para os procedimentos legais. Logo em seguida será liberado para velório e sepultamento. Muitas pessoas foram acompanhar o desembarque do corpo do adolescente Cristiano Silva, vítima de afogamento Marco Antônio Moutinho O desaparecimento aconteceu por volta das 17h do domingo após Cristiano e mais uma pessoa realizarem uma manobra para buscar uma terceira pessoa que estava em uma embarcação de grande porte. A confirmação da morte de Cristiano após o corpo ser localizado boiando deixou a população obidense desolada.
Veja Mais

04/08 - Secretário de Saúde de Uberaba afirma que taxa de prevalência da Covid-19 na cidade caiu 33%
Dado leva em consideração a média móvel da cidade, na qual são observados os casos positivos acumulados em relação ao número de casos recuperados dos últimos 14 dias. Iraci Neto também observou que a taxa de ocupação de leitos de UTI permanece abaixo de 50%. Em análise da evolução da pandemia do coronavírus em Uberaba, o secretário municipal de Saúde, Iraci Neto, afirmou que a taxa de prevalência da Covid-19 no município caiu cerca de 33% entre o final de julho e início de agosto. O dado leva em consideração a média móvel de Uberaba, na qual são observados os casos positivos acumulados em relação ao número de casos recuperados dos últimos 14 dias. Segundo Iraci, na última quinta-feira (30), havia uma prevalência de ativos de 27 pessoas por 100 mil habitantes. Nesta segunda-feira (3), essa mesma análise usando os dados da última sexta-feira (31), sábado (1º) e domingo (2), a taxa de prevalência cai para 18 pessoas por 100 mil habitantes. “É uma surpresa muito positiva, representando quase que 33% de regressão desses números, demonstrados, inclusive, com os gráficos feito pela parceria de estatística com o pessoal do curso de Matemática da UFTM”, acrescentou. Ainda de acordo com o secretário de Saúde, na última semana, Uberaba teve um número alto de recuperados, relacionado a um número baixo de resultados de exames positivos, com estabilidade no percentual de mortalidade e letalidade e manutenção dos índices de positividade em relação aos casos negativos de testes. Isso quer dizer que, para cada 100 pessoas testadas, 90 apresentaram resultados negativos e 10 positivos. Leitos Iraci lembrou, ainda, que a taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Município para casos de Covid-19 permanece abaixo de 50%. Em relação a moradores de Uberaba, a taxa de ocupação é inferior a 20%. “O que tem impactado mais em nossos hospitais são os casos vindos da região da qual somos referência para tratamento. A queda da taxa de prevalência de ativos, que, em três dias, caiu de 27 para 18, tem um valor estatístico e epidemiológico importante para comprovar que Uberaba não só está na estabilidade, como na decadência do processo de disseminação do Covid-19 no município, neste momento”, ressaltou o secretário. Veja também: Site com gráficos e projeções de casos da Covid-19 em Uberaba é integrado ao portal Saúde Ativa
Veja Mais

04/08 - Promotoria Militar recorre de sentença da Justiça e pede condenação de PMs envolvidos na Chacina do Guamá
Dos quatro agentes acusados de envolvimento no crime, dois foram absolvidos e outros dois foram condenados Justiça mantém prisão de todos os acusados de participação na 'Chacina do Guamá'. Réus vão a júri popular. Reprodução / TJPA O Ministério Público do Pará (MPPA) apelou da decisão da Justiça Militar que julgou quatro policiais militares envolvidos na morte de 11 pessoas em um bar no bairro do Guamá, em Belém. De acordo com a apelação, a decisão da sentença expedida pela Justiça Militar é insuficiente. O pedido foi feito na última segunda-feira (3). No julgamento ocorrido no dia 6 de julho, a Justiça Militar absolveu dois PMs, os cabos Pedro Josimar Nogueira da Silva e Wellington Almeida Oliveira das acusações de peculato e organização criminosa. No mesmo julgamento, a Justiça também condenou a quatro anos de prisão os militares José Maria da Silva Noronha e Leonardo Fernandes de Lima por formação de organização criminosa. No entanto, nenhum d0s quatro PMs foi expulso da organização. O crime conhecido como 'Chacina do Guamá' ocorreu na tarde do dia 19 de maio de 2019, dentro de um bar, na passagem Jambu, no bairro do Guamá, em Belém. A chacina deixou 11 mortos, a maioria baleada na cabeça, sendo seis vítimas do sexo feminino e cinco homens, e uma 12ª pessoa ficou ferida. Agora, a apelação será enviada para a Justiça Militar. Após o desembargador do processo dar o voto de procedência da apelação, o Ministério Público e as defesas dos réus serão chamados para apresentarem as suas versões. Em seguida, o caso será julgado. Militares absolvidos e civis sem julgamento Justiça Militar condena dois policiais no caso da Chacina do Guamá No julgamento que ocorreu em julho, o Conselho de Justificação, composto por um juiz de direito e quatro oficiais, entendeu que os cabos da PM José Maria da Silva Noronha, Pedro Josemar Nogueira da Silva, Wellington Almeida Oliveira e Leonardo Fernandes de Lima não se apropriaram irregularmente de munição da Polícia Militar para cometimento dos assassinatos. Porém, Pedro Josimar, conhecido como cabo Nogueira e Leonardo Lima, identificado como cabo Leo, foram considerados culpados pelo crime de associação para a prática criminosa. Eles terão que cumprir quatro anos de pena em regime aberto. Haverá um novo julgamento, desta vez pelo Tribunal de Justiça, com data ainda não informada. Segundo o TJ, aos cabos Noronha e Wellington tiveram liberdade provisória em maio e um dos acusados não foi pronunciado para ir ao tribunal do Júri, a pedido do próprio Ministério Público. Sendo assim, dos oito indiciados inicialmente, somente sete devem sentar no banco dos réus pela Justiça Comum, sendo quatro militares: os cabos Noronha, Léo, Nogueira e Welington, e três não militares. Provas são suficientes para a condenação, afirma promotoria De acordo com o texto de apelação, enviado à Justiça Militar, há provas técnicas, colhidas na investigação, que apontam a necessidade de condenação dos militares. Segundo a Promotoria de Justiça Militar, há uma confissão de um dos acusados, que inclusive teria levado a prisão dos outros envolvidos. O documento também detalha que os militares usaram armas e munições funcionais no momento do crime, o que caracteriza o crime de peculato. Além disso, o promotor de Justiça Armando Brasil, autor da apelação, afirma que o grupo compõe uma milícia junto com outros civil, que também respondem processo pelo crime no Tribunal de Justiça. Chacina do Guamá Cruzes com os nomes das vítimas da chacina do Guamá foram colocadas no local do crime. Carlos Brito / TV Liberal De acordo com a polícia, uma festa ocorria no 'Bar da Wanda', no bairro do Guamá, em Belém, quando sete homens encapuzados chegaram em uma moto e três carros e dispararam contra as vítimas. A chacina deixou 11 mortos, a maioria baleada na cabeça, sendo seis vítimas do sexo feminino e cinco homens. Segundo a promotoria responsável pelo crime, a hipótese é que o crime teria relação com tráfico de drogas. Sete das 11 vítimas estavam sob efeito de cocaína no momento do crime.
Veja Mais

04/08 - Feira de Tecnologias para a Indústria Têxtil e de Confecção é adiada para 2022
Evento já está programada para ocorrer em 2022, entre os dias 29 de março e 1º de abril. Agreste Tex, Feira de Tecnologias para a Indústria Têxtil e de Confecção Divulgação A Agreste Tex, Feira de Tecnologias para a Indústria Têxtil e de Confecção, prevista para ocorrer em outubro de 2020, foi adiada para 2022. A decisão foi comunicada pelo Febratex Group e pela Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (ACIC). Segundo a nota oficial divulgada pelas empresas, foi construído um rígido protocolo de segurança para a realização da feira, com medidas de higienização e sanitização, credenciamento digital e exigência da utilização de máscaras, entre outras, criando um ambiente seguro para todos os participantes, expositores, visitantes, organizadores e prestadores de serviço. Mesmo assim, o adiamento foi confirmado, e a feira já está programada para ocorrer em 2022, entre os dias 29 de março e 1º de abril, no Polo Comercial de Caruaru, no Agreste de Pernambuco. O Febratex Group e a ACIC também informaram que a participação das empresas exige planejamento com antecedência, com contratações, transporte de máquinas, passagens e hospedagens, o que seria mais uma dificuldade, considerando que havia três meses para a realização do evento.
Veja Mais

04/08 - Com prefeito internado com a Covid-19, vice assume Prefeitura de Duas Barras, no RJ
Dr. Fábricio foi empossado prefeito em exercício nesta segunda-feira (3). Prefeito Luiz Carlos Lutterbach está no CTI de hospital em Itaperuna desde 23 de julho. Com prefeito internado com a Covid-19, vice assume Prefeitura de Duas Barras, no RJ Divulgação/Prefeitura de Duas Barras O vice-prefeito de Duas Barras, na Região Serrana do Rio, Dr. Fabrício, foi empossado prefeito em exercício nesta última segunda-feira (3). A posse aconteceu porque o então chefe do poder executivo municipal Luiz Carlos contraiu a Covid-19, está no CTI do Hospital São José do Avaí, em Itaperuna, e, por isso, impossibilitado de exercer as funções do cargo. Luiz Carlos Lutterbach foi diagnosticado com a Covid-19 no dia 22 de julho e foi transferido para o hospital em Itaperuna um dia depois (23), após uma avaliação clínica que revelou complicações em seu quadro de saúde. De acordo com a assessoria do prefeito, ainda não há previsão de alta, mas "recentes notícias relatam que ele está reagindo muito bem ao tratamento", afirma nota. A posse do Dr. Fabrício Luiz Lima Ayres aconteceu na sede da Câmara Municipal em Duas Barras, durante a primeira sessão ordinária do segundo período legislativo. Vice-prefeito de Duas Barras, RJ, assumiu cargo de chefe do executivo durante sessão ordinária nesta segunda (30 Divulgação/Prefeitura de Duas Barras "É com grande pesar que eu subo aqui (na tribuna) hoje pra falar isso, não estou nem um pouco feliz, minha família nem está aqui, por que não é dia de festa. Temos que orar pelo Prefeito Luiz Carlos e pelo Vereador Bebeto que estão doentes. Hoje cedo no Gabinete, falei que não podemos fugir do nosso ideal, do nosso sonho. Não podemos arredar o pé de continuar a construir esse município. Não podemos sequer pensar em não continuar as obras. Quero dizer que para mim é muito preocupante essa nova fase. Preocupação a nível de burocracia, preocupação a nível de sofrimento como amigo. A missão é muito árdua, mas com a ajuda de Deus não fugirei dela", afirmou o prefeito em exercício durante discurso. A sessão contou com a presença de vereadores, funcionários da casa legislativa, o padre da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, secretários municipais, servidores da Prefeitura e correligionários do governo municipal. Casos da Covid-19 De acordo com o último boletim epidemiológico, divulgado pela Prefeitura nesta segunda (3), Duas Barras tem 77 casos confirmados da Covid-19, com 1 óbito causado pela doença. Ainda segundo levantamento, dos 77 pacientes com o novo coronavírus, 60 já se recuperaram.
Veja Mais

04/08 - Passagem subterrânea do complexo viário do São Jorge, em Manaus, é interditada para reparos, pouco mais de um mês após inauguração
Estimativa é de que os serviços sejam concluídos em quatro dias. estação de transferência do complexo viário da avenida Constantino Nery Alex Pazuello/Semcom A passagem subterrânea do complexo viário Ministro Roberto Campos, acesso João Valério/São Jorge, bem como a alça lateral em direção à Constantino Nery, em Manaus, vai ser fechadas para realização de reparo emergencial na viga de sustentação da rede de tubulação da Cigás e no limitador de altura da passagem. A medida ocorreu após veículos a faixa de limitação da área ser danificada por veículos pesados. A estimativa é de que os serviços sejam concluídos em quatro dias. Na sexta-feira (31), um caminhão derrubou a barra de ferro que delimita a altura máxima para acesso ao complexo viário. Mesmo identificando que o veículo ultrapassava a altura permitida, o condutor forçou a entrada, quebrando o limitador e seguindo viagem pela alça de acesso à Constantino Nery. A empresa já está sendo acionada pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) para responder pelo dano ao patrimônio público. Após o acidente, um faixa de limitação temporária foi instalada local para sinalizar os condutores quanto à altura máxima permitida até que a correção em estrutura de ferro pudesse ser executada. Nesta manhã, outro caminhão, ainda não identificado, avançou pela limitação temporária e esbarrou na viga de sustentação da tubulação de gás, ocasionado a necessidade de interdição emergencial do complexo. O complexo viário da Constantino Nery foi inaugurado no fim do mês de junho. A estação funciona como um miniterminal, proporcionando ao passageiro fazer conexão com diversas linhas de ônibus da cidade, pagando apenas uma tarifa por sentido.
Veja Mais

04/08 - Polícia Civil do DF prende suspeitos de torturar e esquartejar morador do Guará
Segundo investigações, pedaços do corpo foram jogados em tubulação de esgoto. Crime teria ocorrido por dívida com drogas. Polícia prende grupo suspeito de esquartejar morador do Guará A Policia Civil do Distrito Federal fez uma operação, nesta terça-feira (4), para prender os suspeitos de assassinar Anderson Alves, de 35 anos. Morador da região do Guará, o homem foi torturado e morto, segundo a investigação, por uma associação criminosa que atua na QI 09. Ainda segundo a Policia Civil, Anderson levou um tiro no rosto, foi queimado e esquartejado. Os pedaços do corpo acabaram jogados em uma tubulação de esgoto e foram encontrados na estação de tratamento da Caesb, na Asa Sul. Conforme a investigação, o homem comprou crack com os traficantes e pagou com dinheiro falso. Por isso, a vingança. Até a publicação desta reportagem três suspeitos tinham sido presos. Eles vão responder por crimes de organização criminosa, tráfico de drogas, porte ilegal de armas de fogo, tortura, homicídio qualificado e ocultação de cadáver. Veja outras notícias da região no G1 DF.
Veja Mais

04/08 - Como curva de mortes por Covid-19 do Brasil se compara às de outros países
Diversos países discutem os temores de uma segunda onda de Covid-19 mas há casos — como o do Brasil — em que a primeira onda ainda não acabou. Como o platô da Covid-19 no Brasil se diferencia de outros países Cecilia Tombesi/BBC No dia 19 de maio, há quase dois meses e meio, o Brasil registrou pela primeira vez mais de mil mortes em um só dia devido ao coronavírus. E desde então o país não baixou mais a sua média diária de mortes — sempre oscilando próximo dessa marca de mil vítimas por dia. A curva brasileira de mortes por Covid-19 atingiu um platô alto, e é hoje muito diferente das de outros países que enfrentam a pandemia. Alguns países do mundo que conseguiram baixar o número de mortes por Covid-19 discutem hoje o temor de que haja uma segunda onda da doença nos próximos meses — resultado da reabertura das economias, fim das quarentenas e, em alguns casos, chegada do outono a partir de setembro. Mas em lugares como o Brasil a "primeira onda" sequer parece ter acabado ainda, dado que a curva segue estacionada em um alto patamar. O Brasil começou a pandemia com uma explosão de casos em alguns Estados como São Paulo, Amazonas e Ceará. Também houve uma intensa disputa entre governadores e o presidente Jair Bolsonaro sobre quem teria o direito de declarar quarentenas e fechamento de comércio. A Justiça deu aos governadores e prefeitos esse poder e muitos lugares decretaram fechamentos e quarentenas. Ao longo dos meses, o número de casos e mortes sempre se manteve alto no Brasil, mas o foco da doença foi mudando: inicialmente forte nas capitais, os casos passaram a crescer no interior. Agora, autoridades enfrentam o coronavírus também em meio ao inverno brasileiro, quando crescem os casos de gripe e outras doenças respiratórias. E muitas cidades e Estados estão reabrindo suas economias, mesmo sem diminuição nos números de mortes e casos. O Brasil é o segundo país com o maior número de casos (2,75 milhões) e mortes (94 mil) no mundo, atrás dos Estados Unidos em ambos os quesitos. Confira abaixo as curvas de mortes por Covid-19 em países que adotaram estratégias distintas e veja como elas se comparam com a experiência brasileira. 1. Estados Unidos — a maior curva Os Estados Unidos apresentam potencialmente a curva mais dramática entre todos os países afetados pelo coronavírus, quando se analisa o número de mortes diárias. Já no final de abril, apenas dois meses após a chegada do vírus nos Estados Unidos, o país já registrava mais de 2,6 mil mortes por dia — um patamar que não foi igualado por nenhuma outra nação nesta pandemia em números oficiais absolutos. De abril a junho, período de quarentenas em diversas cidades e Estados americanos, a curva caiu bastante, para menos de 700 mortes por dia, mas vem se acelerando novamente desde então. Americanos e brasileiros estão hoje no mesmo patamar — próximo a mil mortes diárias por Covid-19 — mas não está claro qual será a tendência dessas curvas nos próximos dias. Os americanos lideram o ranking mundial de número de casos (4,7 milhões) e mortes (156 mil) por coronavírus. A disseminação da doença nos Estados Unidos segue a mesma dinâmica observada em diversos outros países: surtos iniciais são registrados em alguns lugares, que reagem com fortes medidas de quarentena e distanciamento social. Assim que os números de casos e mortes caem, as medidas são relaxadas. Mas logo o surto reaparece em outras regiões que não eram consideradas focos de preocupação. No começo da pandemia, os Estados do Nordeste (como Nova York e Nova Jersey) respondiam pela maior parte de mortes. Já em junho, quando muitos Estados estavam em processo de reabertura das suas economias, os focos mais graves aconteceram no Sul (Texas e Flórida). O governo do presidente Donald Trump passou por diversas crises em relação à pandemia: briga entre Estados e governo central sobre medidas de quarentena, protestos contra os danos à economia, críticas do governo à Organização Mundial da Saúde e ataques de críticos do governo pela lenta reação da Casa Branca e falta de testes no início da crise. Agora as atenções começam a se voltar para eleição presidencial de novembro - Trump aparece atrás do democrata Joe Biden nas principais pesquisas. 2. Reino Unido — curva em queda O Reino Unido já foi considerado um dos piores focos mundiais da doença no começo de abril, quando a média diária de mortes estava pouco abaixo de mil. No entanto, a curva diária só caiu de abril para cá, atingindo um patamar médio de 60 mortes. Como resultado, o Reino Unido flexibilizou as quarentenas pelo país. Em julho foram reabertos vários setores que estavam fechados, como comércio, bares, restaurantes e escritórios. A exceção foi a cidade de Leicester, onde o número de casos e mortes ainda crescia. Ela foi mantida sob quarentena rígida quando o resto do Reino Unido reabria. O processo de reabertura vai continuar em agosto, com a volta de teatros e cinemas, e setembro, com a volta total às aulas. Mas, nos últimos dias, o governo britânico tem dado indícios de que pode frear algumas etapas de reabertura. Nesta semana, surpreendendo muitos turistas, o governo voltou a exigir que pessoas vindas da Espanha entrem em quarentena de 14 dias. A Espanha é um dos maiores destinos turísticos dos britânicos, que estão nas suas férias de verão, e recentemente registrou um repique no número de casos de Covid-19. Britânicos estão tendo que voltar imediatamente de férias e alguns podem ficar impedidos de trabalhar em seus escritórios na volta devido a essa quarentena. Além disso, algumas nações como a Inglaterra voltaram a obrigar o uso de máscaras dentro de supermercados e lojas. O premiê Boris Johnson alertou que se a Europa e o Reino Unido não prestarem atenção em alguns indícios, serão atingidos por uma segunda onda da doença. 3. Índia — curva em ascensão A Índia é um dos casos em que a curva diária de mortes por Covid-19 praticamente não parou de crescer desde o começo da pandemia. Inicialmente o país registrou poucas mortes, quando a Europa e os Estados Unidos enfrentavam o pior momento da doença. Nos primeiros meses, críticos disseram que a quarentena imposta pelo governo do premiê Narendra Modi matou mais pessoas do que o coronavírus em si. Modi decretou o fechamento de diversos setores da economia, provocando um êxodo de trabalhadores pobres para o interior. Muitos não teriam condições econômicas de seguir nas grandes cidades sem emprego e optaram por voltar às suas cidades de origem, onde poderiam ficar perto de seus familiares. Mas os sistemas de transporte e estradas não deram conta do fluxo de pessoas, e muitos morreram atropelados quando enfrentavam jornadas de centenas de quilômetros a pé. Modi pediu desculpas pelos problemas ocasionados pela quarentena. Agora a Índia vive um momento distinto, com temores de que a doença possa matar uma quantidade enorme da sua população, que é a segunda maior do mundo. O país já é o terceiro com o maior número de casos no mundo (1,8 milhão, atrás dos Estados Unidos e Brasil) e sexto em mortes (quase 39 mil). A média diária de mortes ainda é inferior à do Brasil, ficando perto de 700. O governo da Índia vem sendo acusado por críticos de ignorar a pandemia. Autoridades sequer reconhecem que existe transmissão comunitária do vírus. Um dos pilares do combate à doença — o rastreamento de pessoas que tiveram contato com infectados — é considerado praticamente impossível em um país pobre e populoso como a Índia. 4. Suécia e Alemanha — curvas em queda Um dos países que causaram maior controvérsia na pandemia foi a Suécia, que desde cedo adotou medidas bem menos drásticas que os demais contra o coronavírus. As autoridades suecas evitaram quarentenas e se apoiaram na boa vontade de seus cidadãos de manterem distanciamento social voluntário. A Suécia registrou mais de 5,5 mil mortes por Covid-19 nesta pandemia, em uma população de 10 milhões. É um dos maiores índices de mortalidade na Europa e o pior disparado entre os países escandinavos, que optaram por quarentenas mais rígidas. Mesmo assim, a curva diária de mortes por Covid-19 caiu de um patamar de 100 mortes diárias em abril para menos de dez agora. A Suécia debate se sua estratégia foi um sucesso ou um fracasso. Alguns dizem que o governo poderia ter evitado mais mortes no começo da pandemia, mas não parece haver um consenso sobre o assunto. Outro país que seguiu uma curva parecida foi a Alemanha: o número de casos só caiu de abril até hoje. A média diária de mortes passou de mais de 200 para abaixo de 5. O país começou a pandemia com medidas duras de quarentena e foi um dos primeiros na Europa a promover a reabertura gradual da sua economia. Mas nesta semana o diretor da agência de saúde pública da Alemanha, a RKI, disse que está muito preocupado com o aumento recente no número de casos. Ele disse que os alemães estão se tornando "negligentes" diante da pandemia e pediu que eles usem máscaras e respeitem regras de distanciamento social e higiene. A Alemanha também alertou para os perigos de se viajar a três regiões da Espanha — Aragão, Catalunha e Navarra — onde há aumento no número de casos. Visitantes de países com alto número de infecções — entre eles o Brasil — que chegam à Alemanha são obrigados a se submeter a um teste gratuito de Covid-19. EUA tiveram recorde de casos de coronavírus em julho Initial plugin text
Veja Mais

04/08 - Pandemia fez crescer em quase 32% reclamações contra banda larga fixa, informa Anatel
Segundo agência, alta no 1º semestre está relacionada às medidas de isolamento social que aumentaram o uso de internet residencial. Em relação ao 2º semestre de 2019 alta foi de 39,8%. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) registrou um aumento de 31,8% no número de reclamações em relação ao serviço de banda larga fixa no primeiro semestre de 2020, na comparação com o mesmo período de 2019. Na comparação com o segundo semestre de 2019, as reclamações aumentaram 39,8%. Segundo a agência, o aumento deve-se, principalmente, ao aumento da demanda por internet fixa em razão das medidas de isolamento social durante a pandemia da Covid-19. “Em geral, na banda larga fixa, cresceram as reclamações quanto à qualidade, o que pôde ser percebido a partir de março, quando as medidas de isolamento social em decorrência da pandemia da Covid-19 entraram em vigor e o uso da internet nas residências teve aumento considerável”, informou a agência. O serviço foi o segundo mais reclamado, com 393.893 registros. O mais reclamado foi o de telefonia celular pós-paga, com 497.174 registros pela Anatel. No primeiro semestre a Anatel registou 1,52 milhão de reclamações relacionadas aos serviços de telecomunicações, uma queda de 2% em relação ao primeiro semestre do ano passado e um aumento de 6,6% em relação ao segundo semestre de 2019. Outros serviços Além da banda larga, houve aumento nas reclamações de consumidores de telefonia celular pré-paga, com alta de 21,6% em relação ao primeiro semestre do ano passado. Na comparação com o mesmo período, as reclamações contra o serviço de telefonia fixa caíram 26,8%, de TV por assinatura caíram 21,3% e de telefonia celular pós-paga caríam 6,7%. Anatel diz que reclamações sobre a qualidade da internet aumentaram 120% em Campinas
Veja Mais

04/08 - Polícia apreende drogas e celulares arremessados para dentro de presídio em Ji-Paraná, RO
Suspeitos de jogar as drogas conseguiram fugir. Durante perseguição, a viatura da polícia penal capotou. Drogas e celulares no presídio de Ji-Paraná A polícia apreendeu mais de 1 quilo de drogas, entre maconha e cocaína, que foram arremessadas para dentro do presídio de Ji-Paraná (RO) na última segunda-feira (3). Dois celulares também estavam no pacote. Segundo informações da direção do presídio, essa é a quinta apreensão realizada em um mês. Durante a tarde, o vigia de uma guarita externa do presídio, onde é monitorado o movimento no local 24 horas por dia, avistou uma moto com dois homens parando próximo à casa de detenção. Foi realizado um disparo de alerta, mas mesmo assim o pacote foi jogado para dentro das instalações. Quase um quilo de maconha e 100 gramas de cocaína foram apreendidos, além dos celulares, e tinham como destino o pavilhão A do presídio. Uma equipe de policiais penais foram atrás da moto para tentar realizar a prisão, mas a viatura acabou capotando. De acordo com a direção do presídio, os servidores não se machucaram.
Veja Mais

04/08 - Pressão para ampliar gasto gera desconforto na equipe de Guedes e temor de perda da credibilidade
A equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, está desconfortável diante do aumento da pressão por gastos – que vem tanto de dentro do governo, como do Congresso Nacional – e já teme uma perda de credibilidade da política econômica, caso o presidente Jair Bolsonaro ceda a esses movimentos. Em episódios recentes, diante do ritmo fraco da economia, a ala política do governo e integrantes da base de apoio de Bolsonaro no Congresso aumentaram as pressões para elevar investimentos públicos no próximo ano e prorrogar o auxílio emergencial até dezembro. Segundo assessores de Guedes, as duas propostas são justas e defensáveis, mas precisariam vir acompanhadas de contrapartidas como a identificação de fontes de receitas, os cortes de despesas para financiá-las e o respeito ao teto de gastos. O risco, na avaliação da equipe do Ministério da Economia, é que as duas medidas sejam adotadas com um simples aumento do endividamento público. Ou seja, que a direção adotada como algo extraordinário e excepcional em 2020, para combater o novo coronavírus, seja mantida em 2021. Aumento do gasto público é fundamental, mas precisa ser temporário, dizem economistas Se isso ocorrer, o Ministério da Economia avalia que haverá perda de credibilidade da política econômica, afetando, aí sim, a retomada do crescimento econômico do país. Nas palavras de um assessor de Paulo Guedes, o momento é delicado e decisivo para o governo em termos de futuro da economia brasileira. Em relação ao auxílio emergencial, por exemplo, a proposta da equipe do Ministério da Economia é criar o Renda Brasil para substituir, de uma vez, o auxílio emergencial e o Bolsa Família. O projeto teria fontes permanentes de recursos, sem recorrer nem mesmo a um endividamento temporário. No caso dos investimentos públicos em infraestrutura, a avaliação é que esse caminho já foi adotado no passado e não surtiu o efeito esperado. Só faz sentido, segundo técnicos da Economia, caso o Congresso aceite aprovar cortes em outras despesas, abrindo espaço no Orçamento da União para ampliar os investimentos públicos novamente. "Estão, de novo, trabalhando pelo caminho mais fácil politicamente. Aprovar mais gastos, sem corte de despesas, de olho nos efeitos políticos de curto prazo. Só que, com o tamanho da crise fiscal e a retração econômica, os efeitos negativos virão praticamente ao mesmo tempo", alerta reservadamente um assessor de Paulo Guedes. ‘Temos que cobrar do governo e parlamentos a melhor qualidade do gasto público’, diz Maia
Veja Mais

04/08 - Homem é preso suspeito de matar mãe a facadas no norte da Bahia
Segundo Polícia Civil, prisão aconteceu nesta terça-feira (4), quase uma semana após crime. Um homem foi preso, na manhã desta terça-feira (4), suspeito de matar a mãe a facadas, em Jaguarari, no norte da Bahia. De acordo com a Polícia Civil, o crime aconteceu na semana passada. Segundo a polícia, Brian da Silva Oliveira atingiu a mãe com cerca de 15 golpes de faca do tipo peixeira. Maria Aparecida da Silva não resistiu aos ferimentos. Não há informações sobre a motivação do crime. O suspeito foi levado para o Conjunto Penal de Juazeiro e está à disposição da Justiça. Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.
Veja Mais

04/08 - Ameaçadas de extinção, araras-canindé ganham ninhos artificiais para reprodução em Araras
Biólogos vão espalhar 6 caixas de madeira. Um dos objetivos é incentivar o retorno das aves à área urbana, já que nos últimos anos elas optaram por se reproduzir na área rural. Araras-canindé ganham ninhos artificiais para reprodução em Araras Pela primeira vez em seis anos, biólogos desenvolvem ninhos artificiais para a reprodução da arara-canindé, em Araras (SP). Os biólogos querem aproveitar o período de reprodução das aves, que vai do final de julho até dezembro, para espalhar seis caixas de madeira que serão utilizadas pelas araras como ninho. Cada uma bota de dois a três ovos por reprodução. "Normalmente as araras fazem em oco de árvore o ninho, as árvores secas da cidade que seriam propícias para isso a gente corta devido risco de queda, então a ideia é fazer artificialmente um ninho para reprodução delas", explicou o biólogo Fábio Luiz Cassiano. Cada uma das seis caixas tem 60x45 cm com um círculo de 20 cm para a entrada da ave. Além de facilitar na reprodução delas, os biólogos querem incentivar o retorno das araras à área urbana, já que eles notaram que elas se reproduziram nos últimos anos na zona rural. Reabilitação Aves resgatadas em Araras passam por processo de readaptação antes de voltarem à natureza Ronaldo Oliveira/EPTV A Secretaria de Meio Ambiente trabalha em conjunto com o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres para garantir a sobrevivências das araras, que em muitos casos são apreendidas pela Polícia Ambiental em casos de tráfico ou maus-tratos. Após avaliação, as aves aptas para voltarem à natureza passam um tempo em grandes viveiros para readaptação ao lado de uma mata em uma área particular. O presidente do Instituto Brasileiro de Proteção à Natureza (IBPN) e engenheiro florestal, Rogério de Lima e Silva Caldas, começou em 2011 o trabalho de devolução das araras às matas da região. E desde então a iniciativa obteve resultados importantes. "Já foram soltas mais de 300 araras, inúmeros papagaios e diversas aves. Com esse projeto, nós tiramos a arara de extinção daqui", afirmou Caldas. Espécie Aves ganham ninhos artificiais para reprodução em Araras Ronaldo Oliveira/EPTV A arara-canindé tem a plumagem com cores semelhantes a da bandeira do Brasil. A ave, que também é conhecida como arara-de-barriga-amarela ou simplesmente arara-amarela, está ameaçada de extinção. Uma das razões é o fato dela se deslocar a grandes distâncias durante o dia, entre os locais de descanso e de alimentação e ser, por isso, considerada uma presa fácil. A arara-canindé costuma fazer seus ninhos em buracos no tronco, onde põem seus ovos. Os filhotes permanecem no ninho até a décima terceira semana, período no qual são alimentados pelos pais que regurgitam o alimento em seus bicos. Veja mais notícias da região no G1 São Carlos e Araraquara.
Veja Mais

04/08 - Dono de ferro-velho encontra granada no meio de sucata e aciona a polícia no ES
Dono relatou ter localizado a granada intacta no estabelecimento. Equipe da Companhia Independente de Missões Especiais (Cimesp) recolheu o material. Granada é encontrada em meio sucata de ferro-velho, no ES Divulgação/ Polícia Militar A Polícia Militar foi acionada pelo proprietário de um ferro-velho, localizado em Boa Vista I, em Vila Velha, na Grande Vitória, que relatou ter localizado uma granada intacta no meio da sucata do estabelecimento, na manhã desta terça-feira (4). Uma equipe da Companhia Independente de Missões Especiais (Cimesp) esteve no local e realizou o devido recolhimento do material, que foi encaminhado a Sede da Cia para detonação. Ninguém ficou ferido. Policial recolheu granada em ferro-velho de Vila Velha, ES Divulgação/ Polícia Militar Veja o plantão de últimas notícias do G1 Espírito Santo
Veja Mais

04/08 - ExpoGenética 2020 terá 14 leilões oficializados
A quantidade de remates já supera a edição passada, quando foram movimentados cerca de R$28,6 milhões A maior feira técnica de zebuínos do mundo, a ExpoGenética 2020, já conta com 14 leilões oficializados. Faltando pouco mais de duas semanas para a realização da feira, a quantidade de remates já supera a edição passada, quando foram movimentados cerca de R$28,6 milhões. “A ExpoGenética 360°, nesse formato virtual, que se adequa totalmente a situação atual que estamos vivendo, com certeza será um sucesso. Nossas expectativas, claro, são as melhores possíveis, até porque os números já indicam que teremos uma excelente temporada de leilões”, ressalta Ângelo Mário de Souza Prata Tibery, diretor de Leilões da ABCZ. Dessa vez a temporada de remates começa no dia 14 de agosto e segue até o dia 23, último dia da feira. Importante ressaltar ainda que entre os leilões já oficializados está o 3º Leilão de Touros PNAT, que será promovido no dia 21 de agosto, a partir das 13h. O Parque Fernando Costa foi todo filmado em 360 graus, possibilitando ao público - com um clique - visitar virtualmente os pavilhões e conhecer mais sobre os maiores trabalhos de seleção zebuína no país. A ExpoGenética terá 5 horas diárias de programação técnica que será transmitida ao vivo pelos canais oficiais e site da ABCZ. Sempre, das 7h às 12h. Leilão realizado na 12ª Expogenética (Foto ilustrativa realizada antes da pandemia) Preta Ribeiro Confira abaixo a lista completa de leilões já oficializados para a ExpoGenética 2020: 14/08 (sexta-feira) 20h30: 3º Leilão Genética Aditiva ExpoGenética (Nelore) 15/08 (sábado) 13h: Leilão Terra Brava - Touros Melhoradores (Nelore) 21h: Leilão Agronova - Nelore Profit (Nelore) 16/08 (domingo) 9h: Leilão Mega Touros Matinha 20h30: Leilão Virtual Fêmeas Geny 17/08 (segunda-feira) 20h: 8º Leilão Boi com Bula Premium (Nelore) 18/08 (terça-feira) 20h: 7º Leilão Genética Provada – HoRa (Nelore) 19/08 (quarta-feira) 20h: Leilão Reserva ExpoGenética (Nelore) 20h30: Leilão Virtual Basa (GirLeiteiro) 20/08 (quinta-feira) 20h: Leilão TOP CEN (Nelore) 21/08 (sexta-feira) 13h: Leilão Touros PNAT – ABCZ 20h30: 6º Leilão Noite Nacional Matrizes Premium (Nelore) 22/08 (sábado) 16h: 13º Leilão Touros Colonial 50 anos (Nelore) 23/08 (domingo)
Veja Mais

04/08 - Obras podem provocar interrupções momentâneas na Via Dutra, em Paracambi
Serviços de reparo em rampas rochosas às margens da estrada estão sendo feitos na pista sentido São Paulo. Trabalho tem previsão de ser concluído em dois meses. Obras de reparação na estrutura da Via Dutra, em Paracambi, no Sul do Rio de Janeiro, poderão provocar interrupções momentâneas no trânsito pelos próximos dois meses. Os serviços começaram na segunda-feira (3) e estão sendo feitos na altura do km 215 da pista sentido São Paulo. O trabalho consiste na limpeza e recuperação do talude rochoso, uma rampa às margens da estrada que precisa de reparos na drenagem e na contenção. Durante a obra, podem ocorrer interdições momentâneas do acostamento e da faixa da direita. Segundo a NovaDutra, concessionária que administra a rodovia e responsável pela obra, o motorista deve ficar atento à sinalização e respeitar as orientações.
Veja Mais

04/08 - Coronavírus: Serviço de Atendimento Domiciliar é inaugurado em Formiga
Segundo a Prefeitura, a unidade não terá atendimento presencial, mas abrigará equipe médica e de enfermagem. Demandas serão atendidas por meio de ligação telefônica e de um aplicativo. SAD Covid-19 foi inaugurado em Formiga Prefeitura de Formiga/Divulgação A base do Serviço de Atendimento Domiciliar Covid-19 (SAD), em Formiga, foi inaugurada nesta segunda-feira (3). Segundo a Prefeitura, a unidade não terá atendimento presencial, mas abrigará equipe médica e de enfermagem. Segundo o titular das secretaria de Saúde, , Leandro Pimentel, as demandas serão atendidas por meio de ligação telefônica e de um aplicativo. Ele explicou que, quem apresentar síndrome gripal ou sintomas da Covid-19 deverá fazer com a equipe para receber as primeiras orientações. Após a triagem, uma equipe será encaminha à residência do paciente para dar continuidade à assistência. O Serviço de Atendimento Domiciliar conta com duas ambulâncias. Os telefones para contato são (37) 3329-1170 e (37) 9.9178-1100. O aplicativo “Monitora Formiga” está disponível no site da Prefeitura para download. Nele, o cidadão responderá a um pequeno questionário, receberá orientações e será direcionado aos contatos do Serviço de Atendimento Domiciliar.
Veja Mais

04/08 - 'Sentimos como se fosse um terremoto', diz brasileira em Beirute
Impacto da explosão balançou o prédio e quebrou o vidro das janelas. Brasileira que vive em Beirute diz que dia foi 'assustador' Uma brasileira moradora do Líbano contou em entrevista à Globonews que pensou estar no meio de um terremoto durante a explosão na região portuária de Beirute, no Líbano, nesta terça-feira (4). Rosaly Bouassi disse que o impacto da explosão balançou o prédio e quebrou o vidro das janelas. "O meu bairro não é tão perto, mas sentimos aqui como se fosse um terremoto. O prédio balançou, os vidros quebraram, as cadeiras da sala de jantar ficaram cada uma para um lado. Foi muito forte, terrível." Rosaly contou que mora na região do centro da cidade, não muito próxima do porto, mas que pela força do impacto chegou a pensar que tivesse acontecido na rua de sua casa. "Tudo em volta começou a quebrar, tudo caia. Não foi muito rápido, durou um pouco. Foi assustador.", disse. Explosão em Beirute; FOTOS Veja como era a o Porto de Beirute antes da explosão Ela também ressaltou a solidariedade das pessoas durante um momento difícil que o país atravessa, com instabilidade política, crise econômica e insatisfação com o governo. "Cada um está tentando ajudar aos outros. Os danos são terríveis, tudo muito lamentável e muito triste. As pessoas esqueceram da Covid neste momento". Bombeiros jogam água em um incêndio após explosão em Beirute, no Líbano Mohamed Azakir/Reuters 'Pensei que a guerra estava recomeçando' A brasileira Gilmara Souza também mora em Beirute e contou que estava trabalhando em casa quando sentiu um tremor muito forte. Ao verificar se a filha estava bem, aconteceu a primeira explosão. "A rua toda estava com os vidros quebrados, estilhaços por toda rua. Foram duas explosões, uma seguida da outra", disse. "Senti um medo muito grande, senti que a guerra recomeçou aqui" Brasileira que mora em Beirute diz: ‘Achei que a guerra estava recomeçando’ Vítimas Há ao menos dez mortos, informou a agência Reuters, que ouviu fontes médicas e de segurança do país. A Cruz Vermelha afirmou que há centenas de vítimas, entre mortos e feridos. Parte foi levada a hospitais, mas ainda há muita gente presa em escombros dentro de suas casas. Barcos estão resgatando pessoas que foram jogadas ao mar. A rede libanesa de transmissão LBCI informou que no hospital Hotel Dieu há mais de 500 pessoas sendo atendidas. Foi feito um pedido de doações de sangue. Initial plugin text
Veja Mais

04/08 - EPTV 2 Ribeirão e Franca ao vivo
Assista pela internet diariamente, a partir das 19h, ao telejornal da EPTV. EPTV 2 Ribeirão e Franca ao vivo Assista pela internet diariamente, a partir das 19h, ao telejornal da EPTV.
Veja Mais

04/08 - VÍDEOS: JPB2 (TV Paraíba) desta segunda-feira, 3 de agosto
Assista aos vídeos do telejornal com notícias do interior do estado. Assista aos vídeos do telejornal com notícias do interior do estado.
Veja Mais